quinta-feira, 11 de maio de 2017

Próstata está no tamanho certo?

A sua Próstata está com o Tamanho Certo?

Como saber?


O peso da próstata é cerca de 20 gramas.

Como especialista, pergunto:

1. Não dorme bem porque está sempre acordar para ir urinar?

2. Ao urinar, tem dificuldade, tem dor e ardor?

3. O desempenho sexual está fraco? 

4. Tem impotência ocasional e/ou ereções fracas?

Se respondeu “SIM” a alguma das questões anteriores, é bem capaz de ter a sua próstata aumentada, problema tecnicamente conhecido como Hiperplasia Prostática Benigna, HPB.

Terá ainda mais probabilidade disso acontecer se: 

· Tem mais de quarenta anos, fumador e

· Tomou ou toma medicação para a hipertensão, para dormir, para a diabetes, para o colesterol, ou anti-alérgicos,

· É inativo ou sedentário (não pratica exercício físico), tem peso e gordura à volta da cintura (diâmetro superior a 93 cm), 

· Bebe café, álcool, cerveja, refrigerantes e leite,

· Come muitos doces, cereais e muitos amidos.

Se você se identificou com alguns destes sintomas, visite o seu médico para poder ser examinado e diagnosticado.

Se o diagnóstico de HPB (ou HBP) for confirmado, use um suplemento nutriterápico natural como o  SSP3-Forte, dá resultado e não tem efeitos colaterais.
Na minha opinião, mais de 20 anos de experiência,  SSP3-Forte é a melhor alternativa aos fármacos para tratar a HPB, normalizando o PSA , o tamanho da próstata e a mantê-la  funcional e saudável, o que irá melhorar o seu desempenho sexual.

 Pode ler mais sobre SSP3-Forte, clicando neste link:

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Hipertrofia ou Hiperplasia da Próstata


A Sua Próstata está com o Tamanho Certo? Como saber?



O peso da próstata é cerca de 20 gramas.

Como especialista, pergunto:
1. Não dorme bem porque está sempre acordar para ir urinar?
2. Ao urinar, tem dificuldade, tem dor e ardor?
3. O desempenho sexual está fraco? 
4. Tem impotência ocasional e/ou ereções fracas?

Se respondeu “SIM” a alguma das questões anteriores, é bem capaz de ter a sua próstata aumentada, problema tecnicamente conhecido como Hiperplasia Prostática Benigna, HPB. 

Terá ainda mais probabilidade disso acontecer se: 
· Tem mais de quarenta anos, é fumador e
· Tomou ou toma medicação para a hipertensão, para dormir, para a diabetes, para o colesterol, ou antialérgicos,
· É inativo ou sedentário (não pratica exercício físico), tem peso a mais com gordura à volta da cintura (diâmetro superior a 93 cm) 
· Bebe café, álcool, cerveja, refrigerantes e leite,
· Come muitos doces, cereais e muitos amidos.

Se você se identificou com alguns destes sintomas, visite o seu médico para poder ser examinado e diagnosticado. 

Se o diagnóstico de HPB (ou HBP) for confirmado, sabe como tratar corretamente sem químicos (fármacos, que fazem brochar) ou radiações e evitar a cirurgia?

Resposta:
Use um suplemento nutriterápico natural como o  SSP3-Forte, dá resultado e não tem efeitos colaterais.
Na minha opinião, mais de 20 anos de experiência, é a melhor alternativa aos fármacos para tratar a HPB, normalizando o PSA, recuperando o tamanho normal da próstata e manter-la funcional e saudável, de modo a voltar a ter bom desempenho sexual..

Pode ler mais sobre o "SSP3-Forte" clicando neste link:



quinta-feira, 27 de abril de 2017

Lacticínios, Cancer na Próstata e outros Problemas

Lacticínios são bons para o seu bem-estar?
Resposta é Não. Leia as razões:
1. É altamente inflamatório. Os Lacticínios são alimentos inflamatórios, assim como o glúten. Essas inflamações podem resultar em inchaço abdominal, gases, prisão de ventre, diarreia e outros sintomas como a presença de acne. O que causa essa inflamação? São dois componentes presentes nos laticínios, primeiro o açúcar do leite chamado de lactose, e segundo, a proteína do leite, a Caseína. As pessoas que são intolerantes a lactose não produzem a enzima lactase que é responsável em quebrar a lactose. Algumas pessoas produzem essa enzima normalmente, mas mesmo assim apresentam reações adversas, isso acontece devido a proteína do leite chamada caseína.
A caseína tem sua estrutura bem parecida com o glúten e 50% das pessoas sensíveis a glúten também são sensíveis a caseína.

2. Não é alcalino. Nosso corpo gosta de manter um pH neutro, ou seja, nem muito alcalino e nem muito ácido. Produtos de origem animal, como são os laticínios, tendem a deixar o pH mais ácido do organismo, fazendo com que nosso corpo esteja mais propenso a doenças, gripes e resfriados, pois um corpo com o pH ácido fica com as funções imunológicas reduzidas.

3. Muitas vezes tem substâncias hormonais e antibióticos. Se você tiver que escolher entre um leite orgânico e um outro sem o selo de orgânico, então opte pelo orgânico. Para as vacas produzirem mais leite, alguns produtores usam muitas vezes substâncias hormonais como o estrogénio para produzir mais leite e usam antibióticos para amenizar inflamações. O problema é que isso acaba vindo para o leite e o excesso destas substâncias hormonais está ligada ao surgimento de tumores, cistos e até doenças cancerosas. Para além disto, excesso de antibióticos também é associado ao enfraquecimento do sistema imunológico.

4. Não é a melhor fonte de Cálcio para o ser humano. Existem algumas fontes ricas em cálcio que podem ajudar a consumir esse mineral essencial para a saúde dos nossos ossos, sem trazer problemas. Aqui estão alguns: Amêndoas, Couve, Laranja, Brócolos(is), Figos, Espinafre, Sementes de Sésamo e Tofu. Leites alternativos: Leite de coco, Leite de amêndoas.

E, para finalizar:
- A Harvard School of Public Health acabou de lançar uma bomba no campo da nutrição, ao limitar da pirâmide alimentar os lacticínios e os seus derivados.
A equipa de investigação de Harvard está a estudar uma alimentação sã, livre dos lobbies da indústria alimentar.
O motivo pelo qual decidiram limitar os lacticínios prende-se pelo facto de que o consumo de lacticínios e derivados pode aumentar significativamente o risco de doença cancerosa de PRÓSTATA e de ovários.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

O que é a próstata aumentada


A HPB ou HBP

A maioria dos homens têm contínuo crescimento
da próstata ao longo da vida. 

Em muitos homens, esse crescimento constante da próstata aumenta o suficiente para causar sintomas urinários ou para
bloquear significativamente o fluxo de urina.

Também chamada de hiperplasia prostática benigna (HPB), o aumento da glândula prostática pode,entretanto, causar sintomas urinários incómodos que, se não forem tratados, podem dificultar o fluxo de urina para fora da bexiga e causar problemas como infecções nos rins, no trato urinário e na bexiga.




A HPB (ou HBP) tem prevenção e tratamento natural, com a toma diária do Suplemento Nutriterápico "SSP3-Forte". É a melhor alternativa aos fármacos para tratar a HPB, normalizando o PSA, recuperando o tamanho normal da próstata e manter a sua próstata saudável. mais informação, pode ler clicando neste link:


O que é a Próstata

O que é a Próstata, onde é e o que faz?

A próstata é um órgão que faz parte do sistema
reprodutor masculino. 
Tem o tamanho aproximado de uma castanha e pesa em torno de 20g. 
Está localizada abaixo da bexiga e na frente do reto e
por dentro dela passa a uretra, canal que leva a
urina da bexiga à ponta do pénis. 


A principal função da próstata é produzir parte do sêmen.

Durante a ejaculação, o esperma feito nos testículos é transportado através da uretra enquanto, ao mesmo tempo, o líquido produzido
a partir da próstata e das vesículas seminais, também se move para dentro da uretra, onde se misturam e são eliminados pela ejaculação.

Ejacular 5 vezes por semana é importante para ajudar a manter a próstata saudável.


quinta-feira, 16 de março de 2017

Próstata e o Leite



 Leite pode Aumentar o risco de Doença  Cancerosa na Próstata e na mama.


Em 2011, o departamento de nutrição da universidade de Harvard nos EUA limitou o consumo de leite e seus derivados na sua nova pirâmide alimentar.

O consumo de leite de vaca que, apesar de nutritivo, pode causar alterações hormonais e doenças decorrentes disso.


Uma das causas dessa limitação ao leite seria devido à existência de estudos que correlacionam o consumo do leite com a doença cancerosa na próstata e na mama.

Por isto, os investigadores de Harvard (W. Willet e D. Ludwig) optaram por limitar o consumo do leite e seus derivados. 


Na minha opinião, faça o mesmo. Eu já o  faço. Prevenção sempre foi a melhor medicina.

Colesterol e Triglicéridos (ou Triglicerídeos)

Saiba as diferenças entre colesterol e triglicerídeos (ou Triglicéridos)

A função dessas substâncias no organismo é importante.


Quando falamos em colesterol e triglicéridos (ou triglicerídeos), logo vem à nossa mente a imagem de vilões para o nosso corpo, responsáveis por doenças cardíacas, circulação sanguínea e acidente vascular cerebral. Mas, de acordo com a Medicina Nutricional, essas substâncias não são vilãs. São fundamentais para a existência de vida. No entanto, o excesso das duas no sangue são os principais fatores do acúmulo de gordura dentro das artérias, que podem causar os problemas mencionados acima. 
Passo a explicar, o colesterol é dividido em dois tipos:
1ª O LDL, ou lipoproteína de baixa densidade, conhecido como colesterol “mau”, é responsável por transportar o colesterol do fígado e do intestino para as células.
2º O HDL (lipoproteína de alta densidade) tem a função de remover o excesso de colesterol dos tecidos e levá-lo de volta para o fígado, como se fizesse uma limpeza da gordura, por isso é chamado de colesterol “bom.”
A proporção saudável entre o HDL e o LDL no colesterol sérico, deve ser de 2/3 para o HDL e de 1/3 para o LDL. Por segurança, o LDL nunca deverá ultrapassar os 50% do total do colesterol sérico (total). E, num soro aceitável, o nível de colesterol total não deve ser superior a 200 mg em cada decilitro de sangue.
Os Triglicéridos
Os triglicéridos (ou triglicerídeos) constituem uma das formas de armazenamento energia mais importante do organismo humano. Estão depositados no tecido adiposo e muscular e os seus valores no sangue estão relacionados com o que a pessoa come de carboidratos, como os cereais e derivados, arroz, açúcar e tubérculos, como batata, por exemplo.
As raízes, como a mandioca, batata-doce, cebola, cenoura, nabo, beterraba, etc, não fazem triglicéridos. Por isto, são mais aconselháveis na alimentação em detrimento dos outros acima mencionados
Como controlar
A recomendação é que a partir dos 20 anos todos façam exames periódicos. De acordo com a especialista, a primeira medida para barrar a evolução das gorduras é modificar a dieta.
A alimentação saudável é sempre indicada como tratamento tanto para alteração de colesterol quanto dos triglicéridos (ou triglicerídeos).
Consulte a Tabela sobre Alimentação Saudável aqui neste link: http://problemasnaprostata.blogspot.pt/2016/02/o-que-devo-comer-tabela-dos-alimentos.html
Dependendo dos valores e dos fatores de risco, estabelecemos uma meta de valor ideal de colesterol para cada um e podemos tratar com alteração de hábitos alimentares sem associação de medicamentos para o colesterol (as estatinas, fármacos, químico sintéticos), que tantos efeitos colaterais negativos têm para a saúde de que os toma
A prática de atividade física, além de ajudar a manter o peso corporal correto,  é fundamental para a redução de triglicéridos (ou triglicerídeos), porém, não é tão eficiente na redução do colesterol. Mas a atividade física é capaz de modificar a estrutura do colesterol “mau”, tornando-o menos agressivo. Além disso, a atividade física é a melhor maneira e a  mais eficaz de aumentar os níveis do colesterol bom.